Logo-P-NA-TERRA_site

Caminho Português de Santiago
16 a 22 de Maio

O Caminho faz-se caminhando…

Este itinerário ganhou relevância sobretudo a partir do século XII, após a independência de Portugal. O seu traçado herda estradas e caminhos antigos, como a Via XIX, construída no século I d. C., que ligava Braga a Astorga através de Ponte de Lima, Tui, Pontevedra, Santiago e Lugo, e que foi uma das calçadas romanas mais importantes, pois estruturou a Gallaecia. Uma variante deste Caminho pela costa atravessa o rio Minho pel’A Guarda e, sempre junto ao mar, conflui com a interior em Redondela.

O culto jacobeu teve no Caminho Português um território fundamental para entender a verdadeira dimensão internacional do fenómeno das peregrinações. Este itinerário ganhou relevância sobretudo a partir do século XII — após a independência de Portugal, a meados do século.

Somos feitos de momentos. A nossa bagagem tem aventura, emoção e paixão pela natureza, por lugares de antigamente com saber e sabor único. Vivemos e guardamos experiências fantásticas e memoráveis. Somos Pé na Terra!

Pé na terra, percursos pedestres, caminhadas aquáticas, roteiros levadas, eventos, travessias
Pé na terra, percursos pedestres, caminhadas aquáticas, roteiros levadas, eventos, travessias
RNT AAT 591_2020
Facebook
Instagram
WhatsApp